jusbrasil.com.br
6 de Junho de 2020
    Adicione tópicos

    MPF/MG: acordo vai garantir informações corretas em cervejas sem álcool

    Algumas bebidas vendidas como "sem álcool", na verdade, contêm a substância em sua composição

    Ministério Público Federal
    há 8 anos

    O Ministério Público Federal (MPF) em Minas Gerais, em conjunto com o Ministério Público estadual, firmou termo de ajustamento de conduta (TAC) com a Cervejaria Petrópolis S/A, produtora das marcas Itaipava, Crystal, Lokal, Beack Princess, Petra e Welten Burger Kloster, para garantir informações corretas em cervejas sem álcool.

    Pelo acordo firmado nesta terça-feira, 25 de setembro, a empresa comprometeu-se a não mais produzir ou comercializar cervejas com a expressão sem álcool em seu rótulo, quando tal produto contiver álcool em sua composição.

    Inquérito civil público apurou que algumas cervejas desse tipo distribuídas no país, na verdade, não são totalmente isentas de álcool em sua composição. O teor alcoólico é bastante reduzido, mas não suficiente para se afirmar que elas seriam cervejas sem álcool, explica o procurador da República Fernando de Almeida Martins.

    Segundo ele, a informação errônea tem a potencialidade de induzir a erro o consumidor, podendo, inclusive, acarretar danos à saúde. Imagine o caso de pessoas que, por algum tipo de patologia, não podem consumir essa substância, mas, levadas a acreditar que o produto seria totalmente isento de álcool, passam a consumi-lo.

    Os MPs lembram que é direito básico dos consumidores a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade e preço, bem como sobre os riscos que apresentem (artigo , III, do Código de Defesa do Consumidor).

    Além disso, toda relação de consumo se baseia na boa-fé, o que está sendo claramente violado ao se vender um produto anunciando-o sem álcool, quando, na verdade, ele contém essa substância em sua composição, diz Fernando Martins.

    O prazo concedido à cervejaria para que ela adeque seus produtos vai até 31 de dezembro de 2013. A partir daí, a empresa somente produzirá e distribuirá cervejas com indicação da graduação alcoólica nos rótulos.

    Assessoria de Comunicação Social

    Ministério Público Federal em Minas Gerais

    (31) 2123.9008

    Veja essa e outras notícias do MPF em Minas em www.prmg.mpf.gov.br

    No twitter: mpf_mg

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)