jusbrasil.com.br
17 de Outubro de 2018
    Adicione tópicos

    MPF/ES denuncia quadrilha por roubo a agência dos Correios em São Mateus

    Bandidos roubaram cerca de R$ 140 mil. Além de roubo, estão sendo acusados de receptação, porte ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha e omissão de socorro

    Ministério Público Federal
    há 6 anos

    O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF/ES), por meio da Procuradoria da República no Município de São Mateus, ofereceu denúncia contra quatro acusados de render funcionários e roubar cerca de R$ 140 mil da agência dos Correios localizada no Centro de São Mateus, Norte do Estado. Jeferson Souza Bonfim, o Nariga; Mateus Santos de Carvalho; Marcos Vinícius Santiago Barcelar; e Washington Almeida dos Santos estão presos no Centro de Detenção Provisória do município.

    O assalto aconteceu no dia 4 de março deste ano. A quadrilha composta por seis homens, dois deles ainda não identificados entrou na agência dos Correios por volta das 9h, quando os funcionários estavam iniciando o atendimento ao público.

    Um policial militar que estava em serviço entrou no local e foi rendido. Outro PM, que estava do lado de fora da agência, percebeu o assalto, mas também foi rendido. Eles tiveram as armas e um radiocomunicador roubados. No interior da agência, os bandidos mantiveram clientes e funcionários sob a mira de armas de fogo. Eles, ainda, algemaram os policiais.

    Na fuga, os bandidos utilizaram dois veículos: um Renault Logan e um Ford Fusion. Antes de conseguir deixar São Mateus, o Fusion bateu em um ônibus. Para continuar a fuga, um dos assaltantes roubou um Fiat Siena de um motorista que havia parado para prestar socorro. O carro foi encontrado abandonado em um município vizinho.

    Prisões - Jeferson Souza Bonfim foi preso poucas horas depois do assalto. Ele estava próximo a um posto de combustível de São Mateus. Policiais militares e agentes rodoviários federais montaram um cerco e, ao abordarem o Logan, ainda em Linhares, prenderam Washington, Mateus e Marcos Vinícius. Os quatro confessaram a participação no assalto.

    Além de serem denunciados por roubo majorado, os detidos estão sendo acusados de receptação, porte ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha e omissão de socorro. Por conta disso, a pena de cada um deles pode ultrapassar 15 anos de reclusão.

    A denúncia foi encaminhada no dia 15 de março.

    Assessoria de Comunicação Social

    Procuradoria da República no Espírito Santo

    E-mail: ascompres@pres.mpf.gov.br

    Telefone: (27) 3211-6444 / 3211-6451

    www.twitter.com/MPF_ES

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)