jusbrasil.com.br
19 de Outubro de 2019
    Adicione tópicos

    MPF/GO quer evitar impactos ambientais com obras da Norte-Sul em Anápolis

    Ministério Público Federal
    há 11 anos

    Ferrovia passará próximo a nascentes do Ribeirão das Antas.

    Para evitar que a construção do trecho da Ferrovia Norte-Sul em Anápolis cause danos às nascentes do Ribeirão das Antas, o Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) instaurou inquérito civil público após vistoriar o local das obras. O objetivo é saber se as medidas tomadas pela empresa Valec Engenharias Construções e Ferrovias (responsável pela construção) são suficientes para a segurança ambiental e para a integridade da ferrovia, explica o responsável pelo inquérito, procurador da República Marcello Santiago Wolff.

    A vistoria do MPF foi realizada no dia 29 de agosto. Além do procurador, estiveram presentes a promotora de Justiça Sandra Mara Garbelini e o professor da Universidade de Brasília José Camapum de Carvalho, além de técnicos da 4ª Câmara de Coordenação do Ministério Público Federal.

    O trecho da Norte-Sul que dará acesso ao Porto Seco de Anápolis situa-se em área de proteção ambiental, onde se localiza as nascentes do Rio das Antas uma das principais fontes de abastecimento da cidade. Como medida compensatória, será construído um parque no local, com pista de caminhada e um mirante.

    Além de detalhes do projeto do parque, o MPF quer que a Valec encaminhe ao órgão documentos que comprovem o que está sendo feito para evitar os impactos ambientais na região. Para tanto, são solicitados cópias do estudo de impacto ambiental, projeto básico ambiental, licenças ambientais, pareceres de órgãos ambientais, projeto do parque, estudos geotécnicos e hidrológicos, mapas topográficos e o plano de recuperação das erosões do local. A empresa tem dez dias para providenciar a documentação e encaminhar ao MPF, em papel e mídia eletrônica.

    Assessoria de Comunicação Social

    Procuradoria da República em Goiás

    62 3243-5454

    E-mail: ascom@prgo.mpf.gov.br

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)